10 Dicas para tratar uma crise de enxaqueca

Dr. Tiago Aguiar


1) Tenha o remédio orientado pelo seu médico para alívio de dor sempre à mão

2) Use a medicação para acabar com a crise logo que a dor começar (Não espere a dor ficar forte! Não acredite que vai ser só uma “dorzinha” e vai passar. Na dor forte é o momento mais difícil para aliviar a dor!)

3) Tão importante quanto tratar a dor, é controlar o enjoo e o vômito. Portanto, não esqueça dos remédios para tratar as náuseas e os vômitos.

4) Preveja sua crise. Alguns pacientes têm sintomas neurológicos que aparecem antes mesmo de ter a dor de cabeça (a gente chama de aura). As auras mais comuns são as auras visuais (pontos brilhantes ou manchas escurar formando um mosaico na visão) e sensitivas (dormências ou formigamentos em uma região do corpo). Se você tem esses sintomas, lembre da regra 1 e 2 e trate com medicação abortiva logo nesses sintomas!

5) Entenda o que desencadeia sua crise. Mas antes de sair seguindo conselhos de amigos ou parentes saiba que os gatilhos são diferentes entre as pessoas (e alguns pacientes não tem nenhum gatilho específico!). A melhor forma é identificar é realizar um Diário de Dor de Cabeça, onde você vai registrar os dias e as circunstâncias que a dor aparece (Poupe sua memória. Anote tudo!)

6) Descanse em um local escuro e silencioso!

7) Evite estresse! (Eu sei... não é fácil!)

8) Mantenha-se hidratado

9) Se possível durma. Ajuda a passar!

10) Lembre-se que existe tratamento específico e preventivo para enxaqueca.